OI!!

http://img1.picmix.com/output/pic/original/7/5/0/9/4009057_16559.gif

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

OUTROS DIAS DE SOL VIRÃO

Deitada a frente desta janela,
em que está um horizonte
com o sol se pondo,
e o violão largado no cantinho do quarto...
Tarde de verão,
tantas incertezas e solidão,
perguntas?
Ah, estas estão por toda uma vida,
Pensamentos por vezes são confusos,
lê um futuro que se é incerto,
visões turvas,
me remexo na cama,
Mais uma dose deste vinho tinto,
batalhas destas vidas, não se pode ser perdidas,
e como seguir quando se sente tudo perdido ?
Tu na verdade não entendes...
Instantes atrás era somente certezas...
Agora fugimos escondendo-se no medo e indecisões,
e sim! Precisamos de um pouco de ilusão para viver,
Percebes isso?
Porém as vezes penso que é melhor desistir,
mais quando lembro daqueles olhos e gestos,
sorrisos e mãos...
Momentos quantos vividos,
carícias trocadas,
e beijos trocados numa entrega intensa e vital...
E quando penso em teus olhos tristes
parece que dentro desse coração quer sangrar,
Oh meu nego !
Não te enganes,
eu tenho meus segredos,
mas você se perde em seus mistérios,
e não saberei o que te dizer
quando me perguntares o "depois",
Outros dias de sol virão,
e talvez ele trará as verdades e certezas hoje não tidas,
tu sabes onde me encontrar...

Fonte: Luso Poemas

Nenhum comentário:

Postar um comentário